Post Page Advertisement [Top]

Empreendedorismo

3 ERROS FATAIS DO NOVO EMPREENDEDOR

3 ERROS FATAIS DO NOVO EMPREENDEDOR

A estrada empreendedora está longe de ser um mar de rosas e se engana quem imagina que vai empreender para trabalhar menos ou não ter patrão, e quero deixar 3 erros fatais que o novo empreendedor comete assim que começa o seu negócio.

1º - Falta de planejamento 


É muito comum o novo empreendedor começar o seu negócio sem fazer um bom planejamento dele. Iniciam a jornada sem definir quem será seu cliente, qual será o nicho e o sub nicho no qual quer atuar. Até planeja como irá começar “ah vou abrir uma lanchonete no meu bairro, vou investir 10 mil reais, tem 50 mil pessoas e se 100 pessoas comprarem vou ter x de faturamento”, porém isso está longe de ser um planejamento.
Não fazem a viabilidade do seu negócio, quais os fornecedores deverão ter para ter um preço competitivo, não fazem o estudo de mercado para saber o que o cliente gostaria que tivesse ou como gostaria de ser atendido. Dificilmente fazem um planejamento financeiro onde mostra o quanto de fato ele terá que investir e o quanto deverá receber para ter o seu Payback. Muito menos faz um plano de marketing que diga como ele vai chamar a atenção do cliente, como ele irá atende-lo e como será o pós-venda.
Esse é apenas um erro de planejamento pré-operacional pois dessa forma ele até começa e por sorte consegue ter resultado, mas o problema de planejamento se manifesta quando ele já iniciou e percebe que não projetou aonde ele gostaria de ter chegado no próximo ano, e aí começa ele a buscar qualquer caminho.
É como navegar em um oceano, ele inicia sua jornada como o capitão do barco e começa a desbravar o mar, enquanto ele enxerga a costa ele ainda está seguro, a partir do momento que ele não consegue mais enxergar a praia e se vê em um enorme oceano sem saber qual direção deve tomar é nesse momento que o desespero bate, pois nem voltar ele consegue.  Então pega qualquer caminho para ver aonde irá chegar, e geralmente é em uma ilha deserta depois de um naufrágio.
Esse naufrágio o IBGE nos mostra quando diz que 70% dos novos negócios fecham as portas em menos de 5 anos. Isso é a manifestação da falta de planejamento.

2º - Falta de processos 


Essa é algo que poucos conhecem. Os processos são responsáveis por padronizar o negócio, é aquela forma como você faz cada coisa. Cara, decisão é o ingrediente do bolo. Um negócio precisa ter definido alguns processos como:


  • Processo de capitação de clientes.  
  • Processo de fidelização. 
  • Processo de pagamento. 
  • Processo de pós-venda 


E para que serve esses processos? Quando você tem um processo bem definido você tem análises, gráficos, tem forma de acompanhar os resultados do seu negócio e isso vai te mostrar se você está ou não tendo um problema. Tem negócios que nem o fluxo de caixa o empreendedor acompanha esse já está fadado ao fracasso.
Com essas análises você pode se preparar para uma oportunidade que vai aparecer ou uma ameaça. Não é só isso, o erro de falta de processos se manifesta quando esse empreendedor vai abrir uma nova franquia ou simplesmente expandir para um outro local.
A maioria faz essa expansão de forma precipitada imaginando que é só fazer a mesma coisa que fez na loja antiga que vai dar lucros, porém, devido a falta de dados concretos, ele não percebe que o que ele vai fazer não vai aumentar só o lucro vai também aumentar os custos. Alguns tem a ilusão que fazer uma expansão irá retornar mais dinheiro. Se ele está com problema financeiro dentro do negócio dele não a expansão irá diminuir ainda mais o lucro.
Ao ter um processo bem definido você faz com que a próxima loja tenha a receita do bolo já engatilhada para ser implantada e assim ter chance maior de sucesso.
Não ter um processo bem definido é sem dúvida um dos grandes erros fatais do empreendedor.

3º - Falta de Pessoal 


Esse é um grande problema que TODOS os empreendedores novos têm. Ele inicia o negócio sozinho por não poder investir em uma equipe, pois salário é algo totalmente inviável seja até de forma informal. Ele não pode ter o luxo de ter algum funcionário pior ainda ter um diretor seja de qualquer área em seu negócio.
A solução que ele pode recorrer é ter um sócio, porém ele não quer dividir seu negócio no meio então começa seu empreendimento sozinho, no começo ele dá conta de tudo, mas logo se vê sobrecarregado de tanto trabalho e mesmo tendo muito trabalho ainda não pode contratar ninguém.
E esse erro de iniciar sozinho é um dos piores problemas, pois logo ele fica estagnado sem poder crescer e um negócio é como um tubarão. O tubarão está andando e se locomovendo 24 horas por dia mesmo dormindo, não é por que o tubarão seja o maior predador e é o mais forte do mar. É porque um tubarão biologicamente se parar ele morre!
Um negócio quando estagna e não anda para frente ele logo começa a cair, a retroceder, passa a ter problemas em todos os setores e aí o empreendedor começa o que eu chamo de “síndrome do bombeiro”.
A empresa dele está com problemas em todos os lados como um prédio em chama e só tem o empreendedor dentro desse prédio, tendo que fazer alguma coisa, pois nem pedir ajuda ele pode, já que não tem vizinhos ao lado. Então ele começa a pagar fogo de um lado, apagar o fogo de outro e logo depois volta a pegar fogo em outro local, pois ele está no meio dos problemas e sozinho ele não consegue mais resolver.
Ele passa 24 horas do seu dia resolvendo problemas da empresa. É cliente para atender, fornecedor para encontrar, estoque para abastecer, encomenda para entregar, produto para embalar, caixa para acompanhar, contas a pagar...
Ele simplesmente não para, e o que era um grande sonho, logo se transforma em um enorme pesadelo. E não foi para “trabalhar menos” que o empreendedor abriu o negócio? Pois é! Esse problema acontece justamente por ele estar sozinho no negócio, e pode ser o negócio mais incrível do mundo ele não irá sobreviver!
Sozinho você até anda rápido, traça de ponto a ponto com velocidade, porém, só com alguém que você consegue chegar mais longe!



Bottom Ad [Post Page]